LU

Sat Nam!

O Ateliê ArteYoga foi criado em 2014 pelas professoras Amara Hurtado e Mariana Faria, em Brasília, com o objetivo de proporcionar uma atividade integradora e lúdica para crianças. Partindo da experiência pessoal com a prática do Kundalini Yoga e das Artes as idealizadoras do projeto criaram uma metodologia baseada na filosofia yoguica e na criatividade.

O ateliê é uma oficina para crianças,  com encontros semanais, que misturam a prática do yoga e da meditação com experimentações artísticas (artes plásticas, música, literatura e teatro), brincadeiras, jogos, integração e socialização. Nesse espaço criativo  as crianças experimentam diversas possibilidades de expressão que auxiliam no aumento da auto-estima, confiança, alegria, bem- estar, disposição, concentração, quietude, autonomia e prazer de viver.

O Ateliê ArteYoga oferece aulas regulares para crianças de 05 a 12 anos, divididos em dois grupos (05 a 07 e 08 a 12 anos). As aulas ocorrem durante a semana e a duração de cada ateliê depende do local e período das aulas.

Para aproximar os pais da prática das crianças o ateliê propõe aulões PARA PAIS & FILHOS. Nesses encontros crianças e adultos se reconectam e abrem espaço para se tocar, olhar, respirar, amar e se divertir junto.

Além das atividades regulares o ateliê oferece oficinas avulsas, aulas temáticas em escolas, eventos, projetos, encontros, seminários, cursos, etc.

Com amor e serviço,

Amara e Mariana.

Anúncios

Ateliê ArteYoga

Matéria realizada pelo Jornal Metrópoles

Durante uma tarde de terça-feira, em um estúdio na Asa Norte, três crianças chegam, tiram os sapatos, pegam os colchonetes e se sentam em círculo para começar a aula de yoga.

Pode parecer uma atividade precoce, mas especialistas recomendam a prática para os pequenos a partir dos três anos.

Praticar yoga pode trazer muitos benefícios. Entre eles: menos estresse e dor, mais alinhamento do corpo, menos incômodo na postura e aumento da concentração. Além disso, auxilia a ter uma respiração mais relaxada, a aumentar a concentração e ainda ajuda a ter a sensação de bem-estar e paz interior.A criança já se desenvolve com a oportunidade de viver com mais serenidade, desde pequena, e ainda pode ter melhoria no desenvolvimento escolar.

A professora de Kundalini Yoga, com especialização em yoga para crianças e Arte-educação, Mariana Faria, está à frente do Ateliê ArteYoga, junto com a professora Amara Hurtado. As duas comandam há três anos o projeto Ateliê ArteYoga para Crianças.

De acordo com Mariana, o Ateliê é um projeto onde a prática do Kundalini Yoga e das artes se mistura. A intenção é proporcionar às crianças um espaço lúdico e criativo. Tudo em busca do desenvolvimento da sensibilidade, imaginação, concentração, flexibilidade, força, equilíbrio, percepção de si mesmo e do outro.

“A abordagem dos encontros é lúdica e por isso a brincadeira é o veículo para alcançar os objetivos de cada aula. Assim, as crianças praticam o yoga através de jogos e brincadeiras com posturas, kriyas e meditações. Além das práticas criativas com as linguagens artísticas (teatro, música, dança, artes plásticas e literatura)”, explica.

A aula começa com um momento de acolhimento. Cada dia um aluno escolhe a brincadeira e, com isso, já aprende a entender e a respeitar a escolha do outro. Depois, professora e alunos sentam-se na roda para começar a aula de yoga com mantra de abertura, igual à aula de adulto. Mas a prática é voltada para brincadeira. A aula é de arte yoga, pois três minutos de meditação são o máximo que as crianças conseguem, o que é normal na idade delas.

Crianças mais velhas meditam mais tempo, porque elas conseguem se concentrar mais facilmente. As aulas têm que ser dinâmicas para atrair a atenção dos alunos. A meditação é com mantra musicado e depois começa a parte da atividade artística. Tudo é pensando para que os pequenos treinem a paciência e entendam que existe um começo, meio e um fim. Crianças, geralmente, querem tudo com urgência.

Um estudo da Universidade da Califórnia, de 2003, mostra que as crianças que faziam aula de yoga com frequência demonstravam um aumento significativo de autoestima. O levantamento comprovou ainda que, além da boa forma, a prática gera melhorias na escola e até uma diminuição de problemas de disciplina. Isso porque os alunos se sentiam mais relaxados e com mais respeito pelos demais colegas.

Mariana explica que grande parte dos pais procuram o Ateliê buscando justamente uma melhora escolar dos filhos. “Muitos chegam contando que a escola aconselhou a procura de um psicólogo, neurologista. São relatos de que a criança não para quieta, está ansiosa”, conta.

O princípio da yoga é unir mente, corpo e alma. O adulto precisa reconectar tudo isso e as crianças já têm essa conexão, mas hoje em dia elas são exigida e atropeladas pela sociedade. Fatores como muita exposição à tecnologia e pouco tempo livre geram problemas na primeira infância de estresse, hiperatividade e ansiedade.

Os pais dão feedback e percebem os filhos mais calmos. Algumas crianças até saíram da aula, pois pararam de ser agressivos e começaram a socializar mais com os coleguinhas.

“A chave de tudo isso está na respiração. Tem que respirar de forma completa”, defende a professora.

Matéria feita pelo Jornal Metrópoles

 

 

0

Yoga para Crianças

namaste

“As crianças são seres muito sensíveis, pessoas completas com antenas de alta potência que registram cada vibração ao seu redor, total e profundamente.”

(Yogi Bhajan)

Ao dar aulas de Kundalini Yoga para crianças é preciso pensar qual o objetivo de cultivar nos pequenos o gosto por essa pratica milenar e como ela pode auxiliar no seu desenvolvimento enquanto ser humano pleno e feliz.

Para então, precisamos compreender o que é o yoga. Para isso, podemos nos reportar a origem da palavra que tem sua raiz em sânscrito e que quer dizer UNIÃO.  Assim, yoga é a união da unidade individual de consciência com a Consciência Infinita.

Hoje em dia a pratica do yoga é muito necessária, pois precisamos compreender profundamente por que somos ser humanos e o que significa sermos um ser humano. Porém, esse conhecimento precisa ultrapassar a esfera intelectual, pois o conhecimento só se torna sabedoria quando se experimenta com o coração e o Ser.

Na perspectiva do Kundalini Yoga o ser humano tem uma estrutura tripla formada pelo corpo, mente e alma, e por meio dessas três facetas tem a possibilidade de experimentar o Universo e o Ser. Assim, quanto mais variadas, significativas e positivas forem às experiências brindadas para cada uma delas, maior será seu potencial de transformação e consciência.

No Kundalini Yoga a três dimensões do ser humano são trabalhadas para que cada um tenha sua própria experiência e possa compreender a profundidade de cada faceta. Então, por meio dos movimentos e posturas físicas (asanas), exercícios respiratórios (pranayamas), posições e movimentos das mãos (mudras), sons (mantras) e meditação é que o praticante poderá integrar conscientemente e vivencialmente essas três facetas para então unir-se a Consciência Infinita e encontrar sua verdade.

Quando falamos em yoga para crianças precisamos ter a mesma compreensão, ou seja, possibilitar que elas tenham experiências com cada faceta do seu ser. Essas vivências possibilitarão que elas tenham um conhecimento profundo sobre si mesmas, e principalmente, estarão conscientes da importância da união entre corpo, mente e alma.

Essa consciência favorecerá que as crianças não se percam de seus propósitos, que busquem um sentido para sua vida baseado nas leis universais, respeitando-se a si mesmo e ao outro de maneira harmônica e  eficiente.

Para isso é preciso compreender a criança como um ser em pleno desenvolvimento e que passará por diferentes etapas e onde cada uma delas as desafiará de diferentes maneiras, seja a nível privado ou social. Nesses momentos a criança que pratica yoga estará mais apta para encontrar meios para lidar com soluções e adaptações para as diferentes situações e estímulos que forem se apresentando no seu processo, tendo assim a possibilidade de resolver com maior criatividade, autonomia e neutralidade às dificuldades do seu crescimento.

Considerando as necessidades e especificidades de cada fase do desenvolvimento infantil o yoga para crianças precisa ir sendo adaptado para cada momento do processo, buscando diferentes formas de desafiar, confrontar e unir. Dando-lhes assim, a possibilidade de viver com a maior plenitude cada uma das transformações, oferecendo-lhes uma alternativa real para serem crianças felizes.

Wahe Guru, Sat Nam!

Shivprem Kaur (Amara Hurtado)